Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar o nosso serviço, personalizar os anúncios e relembrar as suas preferências. Se continuar a navegar, entenderemos que está a aceitar a utilização de Cookies no nosso Site. Para mais informações (por exemplo, como mudar as suas preferências), visite-nos em Política de Cookies

OK
advertisement
Programa AvançadoAvançado

Vila Viçosa - Empada de frango

Classificação 0/5

Num tacho com o fundo forrado a azeite, refogamos a cebola e o alho picados, juntamente com as folhas de louro. Entretanto, descascamos as cenouras e cortamos em pedaços muito pequenos.

Como não vamos triturar o recheio da empada, convém que tudo seja cortado em pedaços pequenos. Quando a cebola e o alho estiverem transparentes, juntamos a cenoura ao refogado e deixamos fritar um pouco, mexendo de vez em quando. Assim que a cenoura estiver amolecida, acrescentamos folhas de salsa picadas, temperamos tudo com sal e pimenta e regamos com vinho branco.

Com a base do refogado feita, acrescentamos o frango cortado aos bocados, cobrimos com água fervida e mexemos para envolver tudo. Tapamos e deixamos cozer em lume brando, durante 30 a 40 minutos. No final, o frango deverá estar macio, de forma a conseguirmos facilmente separar a sua carne. Nos últimos 20 minutos de cozedura do frango, juntamos um chouriço cortado em cubos e meia farinheira, para que enriqueçam o molho da empada.

Entretanto, preparamos a massa da empada. Numa tigela, juntamos a farinha, a manteiga amolecida e uma pitada de sal e pimenta. Em vez de acrescentarmos água, roubamos um copo do caldo em que o frango coze e moldamos a massa com as mãos. Quando já conseguirmos dar-lhe forma, retiramos a massa da tigela e passamos a trabalhá-la na bancada,que polvilhamos previamente com farinha. Amassamos bem e formamos uma bola quando sentirmos que a massa já não cola aos nossos dedos. Com uma faca, fazemos dois golpes em forma de cruz no topo da massa e deixamo-la repousar na tigela, tapada com um pano humedecido em água, durante 15 minutos.

Quando o frango estiver cozido, retiramo-lo da panela e desfiamos, separando a sua carne da pele e dos ossos. Deitamos fora a pele e os ossos e voltamos a colocar o frango já desfiado dentro da panela. Para finalizarmos o recheio da empada, basta engrossarmos o molho com um bocadinho de farinha. Com a panela ao lume, vamos acrescentando farinha peneirada aos poucos e mexendo sempre, até sentirmos que o molho está mais grosso e sem deixarmos criar grumos. Este processo demora cerca de 10 minutos. Se acharmos que o molho está demasiado líquido, é preferível retirar um pouco ao invés de acrescentar muita farinha. É, acima de tudo, uma questão de gosto e de sensibilidade. Aproveitamos para retirar as folhas de louro de que já não precisamos e, mesmo no final, acrescentamos um cálice de vinho do porto, para dar mais intensidade ao molho.

Com o molho pronto, podemos começar a estender a massa. Para isso, vamos dividi-la em duas porções iguais: uma que vai servir para forrar o fundo e as paredes da tarteira, e outra que vai servir para cobrir a empada. Depois de polvilharmos a bancada com farinha, estendemos as duas partes da massa com o rolo e forramos com uma delas a tarteira, previamente untada com azeite. Enchemos com o molho de frango e tapamos com a outra porção da massa, dobrando e unindo as pontas da massa para que a empada fique “fechada”. Por fim, pincelamos com gema de ovo e levamos ao forno, pré-aquecido a 180 graus, durante 20 a 25 minutos. No final, teremos uma empada com bocados, cheia de sabor.

Experimentem!
 

Para miúdos:
sim
Para os vegetarianos:
não
Receita de: Sebastião Castilho