Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar o nosso serviço, personalizar os anúncios e relembrar as suas preferências. Se continuar a navegar, entenderemos que está a aceitar a utilização de Cookies no nosso Site. Para mais informações (por exemplo, como mudar as suas preferências), visite-nos em Política de Cookies

OK
advertisement
Programa AvançadoAvançado

Vila Nova de Milfontes - Rosbife com molho de rábano, batatas salteadas e salada de agrião

Classificação 0/5
Esta é a receita ideal para impressionar convidados, pelos vários elementos que a compõem: rosbife, batatas salteadas com alecrim, molho de rábano e salada de agrião. O resultado final dará a impressão de que nos esmerámos, mas a execução não é assim tão difícil.

Começamos pelo elemento da receita que convém repousar no frigorífico, antes de ir para a mesa: o molho de rábano. Depois de lavarmos os rábanos, cortamos as extremidades e ralamos, com a casca. Colocamos numa tigela e juntamos a maionese e a mostarda. Misturamos tudo e temperamos com vinagre, azeite, sal e pimenta. Provamos, rectificamos algum tempero se necessário e deixamos no frigorífico até ao momento de servir, para ficar bem fresco.

Continuamos a tratar do acompanhamento e passamos às batatas salteadas com alecrim, por demorarem mais tempo do que a carne a cozinhar. Aquecemos um tacho ou uma frigideira funda com azeite e salteamos as batatinhas previamente lavadas e cortadas ao meio, ainda com a casca. Temperamos com sal, pimenta e folhas de alecrim, baixamos o lume e deixamos cozinhar com o tacho tapado, até que as batatas estejam douradas em toda a volta. Se sentirmos necessidade reforçamos o azeite e convém mexermos de vez em quando, para que as batatas não colem ao fundo.

Enquanto isso, temperamos a carne, uma peça inteira, com azeite, sal e pimenta. Aquecemos bem uma frigideira em lume alto e colocamos a carne a selar, de todos os lados, até ela criar uma crosta dourada em toda a volta. Reforçamos o azeite, se necessário, e retiramos a carne quando ela estiver totalmente fechada, ou seja, quando a superfície da carne já não permitir que ela liberte o seu suco natural. Quando selamos a carne estamos a fazer com que ela fique mais macia e suculenta. É um pequeno truque.

A salada de agrião é o último elemento do prato a ser confeccionado. Depois de retirarmos os talos do agrião, aproveitando apenas as folhas, temperamos com azeite, vinagre, sal e pimenta. Misturamos bem e já está! Simples e um acompanhamento fresco numa receita em que os diferentes elementos resultam numa composição bonita e, acima de tudo, bastante saborosa. Experimentem!
Para miúdos:
não
Para os vegetarianos:
não
Receita de: Sebastião Castilho