Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar o nosso serviço, personalizar os anúncios e relembrar as suas preferências. Se continuar a navegar, entenderemos que está a aceitar a utilização de Cookies no nosso Site. Para mais informações (por exemplo, como mudar as suas preferências), visite-nos em Política de Cookies

OK
advertisement
Programa AvançadoAvançado

Vila Nova de Gaia - Piri-piri caseiro

Classificação 0/5

É sempre útil termos em casa molhos para temperar carne, peixe ou saladas, especialmente se esses molhos forem feitos por nós. Esta é uma receita de picante caseiro, que poderá ser utilizado em grelhados ou assados e que aguenta bastante tempo guardado no frigorífico, num frasco hermeticamente fechado.

 

Começamos por picar finamente as malaguetas, aproveitando as sementes todas se quisermos o molho muito picante ou desperdiçando algumas se preferirmos o molho menos picante. Levamos ao lume, num tacho com bastante azeite, de forma a que as malaguetas fiquem submersas, e deixamos cozinhar em lume alto durante cerca de 10 minutos. O propósito é que as malaguetas fiquem translúcidas. Depois disso, acrescentamos o vinho do Porto, baixamos o lume e vamos mexendo ocasionalmente. Em vez de uma colher de pau, podemos usar um raminho de rosmaninho ou de alecrim para mexer, de forma a que o sabor da erva aromática passe para o molho. É uma ideia. Quando a mistura das malaguetas com o líquido for mais homogénea e espessa, retiramos do lume e trituramos numa liquidificadora durante 1 minuto. No final, obtemos um molho consistente e picante, para temperarmos vários pratos, conforme gostarmos mais. Experimentem!

Para miúdos:
não
Para os vegetarianos:
sim
Receita de: Sebastião Castilho