Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar o nosso serviço, personalizar os anúncios e relembrar as suas preferências. Se continuar a navegar, entenderemos que está a aceitar a utilização de Cookies no nosso Site. Para mais informações (por exemplo, como mudar as suas preferências), visite-nos em Política de Cookies

OK
advertisement
Programa AvançadoAvançado

Porto - Gelado com frutas salteadas

Classificação 0/5

Esta sobremesa tem de ser feita com, pelo menos, 6 horas de antecedência, para que o gelado tenha tempo de solidificar no congelador. Começamos então por fazer a base do gelado. Numa tigela, batemos as natas e o leite condensado com sumo de meio limão, até obtermos uma consistência cremosa e ligeiramente espessa. Juntamos as framboesas (alguns morangos também, se quisermos), envolvemos e levamos ao congelador. Durante a primeira hora, devemos mexer de 20 em 20 minutos para evitar que o gelado cristalize. Depois, deixamos estar entre 5 e 6 horas, até congelar por inteiro.

A segunda fase desta sobremesa – a fruta salteada – deve ser feita uns minutos antes de servir. Podemos até retirar o gelado do congelador nessa altura, cerca de 15 minutos antes, para que ele fique com uma consistência mais cremosa. Para saltearmos a fruta, derretemos uma noz de manteiga numa frigideira e colocamos as frutas lavadas e cortadas (podemos inclusive manter a casca). Com os morangos, as ameixas e as nectarinas a saltear na frigideira, adicionamos uma colher de açúcar, um cálice de vinho do Porto e esperamos, em lume brando, que o líquido reduza e o álcool evapore.

Enquanto isso, fazemos os pinhões caramelizados que irão decorar e acompanhar esta sobremesa. Numa frigideira sem qualquer gordura, tostamos os pinhões até que eles fiquem dourados. Quando isso acontecer, retiramos do lume e reservamos. Aproveitamos a mesma frigideira e derretemos 150 gramas açúcar, mexendo sempre até que ele crie um caramelo leve e de consistência líquida.

Nessa altura, colocamos um bocadinho de água (cerca de 2 colheres de sopa), uma noz de manteiga e mexemos bem. Quando a manteiga envolver no caramelo, vertemos para um tabuleiro de inox (ou para outro recipiente com que consigamos bater na mesa) e cobrimos todo o fundo do tabuleiro, formando uma película. Este processo tem de ser rápido, caso contrário o caramelo solidifica antes de conseguirmos moldá-lo ao fundo do tabuleiro. Com o caramelo ainda líquido, dispomos os pinhões tostados e, só então, deixamos solidificar. Quando o caramelo estiver bem sólido, batemos com o tabuleiro no tampo da mesa para partir a camada de caramelo e, assim, conseguirmos partir aos bocados os pinhões caramelizados.

No final, servimos em tigelas individuais a fruta salteada ainda quente, com uma bola de gelado cremoso e os pinhões caramelizados. Até à próxima receita!
 

Para miúdos:
não
Para os vegetarianos:
não
Receita de: Sebastião Castilho