Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar o nosso serviço, personalizar os anúncios e relembrar as suas preferências. Se continuar a navegar, entenderemos que está a aceitar a utilização de Cookies no nosso Site. Para mais informações (por exemplo, como mudar as suas preferências), visite-nos em Política de Cookies

OK
advertisement
Programa AvançadoAvançado

Portalegre - Gaspacho

Classificação 0/5

O gaspacho é uma sopa de tomate que tradicionalmente se come fria e, por isso, é conveniente prepará-la algumas horas antes de servir.

Começamos por escaldar os tomates em água a ferver, fazendo uma cruz no topo de cada um deles, de forma a que depois seja mais fácil retirar-lhes a pele. Deixamos durante 2 minutos, retiramos e pelamos todos os tomates. Com a cruz que fizemos, vai ser bastante fácil retirar-lhes a pele. Quando tivermos todos os tomates pelados, colocamo-los numa trituradora, juntamos duas colheres de azeite e o dente de alho, temperamos com sal e pimenta e reduzimos tudo a puré. A base do gaspacho está pronta e basta colocá-la no frigorífico até ser altura de servir, para ficar bem fresco.

Quando já tivermos a base de tomate bem fresca, preparamos o picadinho de legumes que vai encimar o gaspacho. Retiramos as sementes ao pimento, descascamos a cebola e a courgette e picamos tudo muito finamente. O ideal é que os legumes fiquem todos pequeninos e mais ou menos do mesmo tamanho. Colocamos numa tigela, juntamos os ovos cozidos picados e algumas (poucas) folhas de poejo também picadas. Temperamos o picadinho com vinagre e está pronto para colocar em cima do gaspacho, tal qual “cereja em cima do bolo”. 

Esta sopa teve origem no sul de Espanha, mas foi adoptada pelo Alentejo e, hoje, é uma das suas iguarias gastronómicas mais conhecidas. Uma refeição fresca e ideal para dias quentes de verão.

Experimentem!
 

Para miúdos:
não
Para os vegetarianos:
sim
Receita de: Sebastião Castilho