Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar o nosso serviço, personalizar os anúncios e relembrar as suas preferências. Se continuar a navegar, entenderemos que está a aceitar a utilização de Cookies no nosso Site. Para mais informações (por exemplo, como mudar as suas preferências), visite-nos em Política de Cookies

OK
advertisement
Programa AvançadoAvançado

Gorgeous gado-gado

Classificação 0/5
Esta é uma excelente salada com raízes na cozinha sudanesa e que agora se tornou na comida de rua típica de Jacarta, na Indonésia. Gado-gado que dizer mistura ou potpourri, numa alusão a todos os vegetais da época e ingredientes que são utilizados e que dão um toque especial à salada consoante o local e a época do ano. Temperada com um incrível condimento de ameindoim que, para dizer a verdade, é um molho extremamente nutritivo, e servida com algo crocante, como chips de camarão, esta é uma combinação única.

  • Comece por preparar todos os ingredientes da salada. 
  • Lave as batatas e coza-as em água a ferver temperada com sal por 15 minutos, ou até estarem tenras, corte-as ao meio ou em rodelas. 
  • Coza os ovos durante 6 minutos, ou mais, se preferir mais bem cozidos. 
  • Corte o tofu em cubos de 2,5 cm e frite-os em óleo de sésamo durante 15 minutos ou até ficarem dourados.
  • Depois, polvilhe com um pouco de sal marinho. 
  • Ripe a couve, se preferir crua, ou então coza-a (opção mais tradicional), corte-a em juliana de 2 cm, coloque-a num coador e deite-lhe uma chaleira de água a ferver por cima. 
  • Para mim, esta é a temperatura ideal para amolecer a couve mantendo os preciosos nutrientes - fique à vontade para aplicar esta técnica a qualquer outro vegetal da época- Corte os tomates às rodelas, os rabanetes em quartos e o pepino às rodelas (eu uso a minha faca ondulada - devia comprar uma!). Tempere tudo com um pouco de sal. 

De seguida, coloque todos os ingredientes do molho num triturador, descasque o alho e rale o açúcar de palma (caso seja necessário) e depois triture tudo até ficar aveludado. Prove e corrija os temperos, certificando-se que se nota a acidez das limas e coloque um pouco mais se for necessário.

Tradicionalmente, coloca-se numa saladeira um pouco de cada ingrediente e tempera-se com o molho, o que é uma óptima forma de servir. 

Eu gosto de fazer o contrário, pois quando se deita o molho por cima da salada, deixa de se notar o carinho e atenção com que se preparou cada um dos ingredientes. Por isso, divido o molho por quatro taças, espalho-o pelos lados e depois divido os ingredientes pelas taças, procurando deixá-las bem bonitas. 

Polvilhe com folhas de coentro picadas e adicione os chips de camarão e algumas malaguetas finamente picadas (caso aprecie). 

Finalmente, mostre a toda a gente como esta salada é uma ode à comida, pondo-os a mexer a sua própria salada.


Retirado de Jamie's Comfort Food, publicado por Michael Joseph. Receita © Jamie Oliver. Fotografia © Jamie Oliver Enterprises Limited 2014, de David Loftus.
Para miúdos:
não
Para os vegetarianos:
não
Receita de: Jamie Oliver