Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar o nosso serviço, personalizar os anúncios e relembrar as suas preferências. Se continuar a navegar, entenderemos que está a aceitar a utilização de Cookies no nosso Site. Para mais informações (por exemplo, como mudar as suas preferências), visite-nos em Política de Cookies

OK
advertisement
Programa AvançadoAvançado

Figueira da Foz - Caldeirada à pescador

Classificação 0/5
Para a caldeirada, precisamos de um tacho largo, onde caibam todos os ingredientes. Neste prato, o segredo está em dispôr os ingredientes por camadas e deixá-los cozinhar lentamente, sem mexer. Começamos por cortar os legumes, utilizando numa primeira fase apenas metade da cebola e do tomate, pois o restante será colocado por cima do peixe. Descascamos e cortamos a cebola em meias luas, laminamos os dentes de alho e fazemos tiras de pimento vermelho, depois de retirarmos as suas sementes. Para refogarmos estes ingredientes forramos o fundo do tacho com azeite e colocamos metade da cebola, o alho e as duas folhas de louro. Quando a cebola estiver translúcida, acrescentamos o pimento e as malaguetas picadas. Passamos aos tomates. Cortamo-los em fatias e dispomos metade sobre o refogado, acrescentando uma colher de chá de açúcar para diminuir a acidez do tomate. Para finalizar esta parte do refogado, regamos com um copo de vinho e deixamos levantar fervura. Se gostarmos da caldeirada com o sabor do tomate mais acentuado, podemos acrescentar também um bocadinho de polpa de tomate.

Chegou o momento de introduzir o elemento principal do prato: o peixe. Depois de previamente cortado, arranjado e lavado, o peixe vai ficar disposto entre o refogado inicial e a última camada de cebola e tomate, à qual se vai juntar também a batata. Cortamos as batatas em rodelas, não muito grossas, de forma a cozerem facilmente com o vapor dos restantes ingredientes, e dispomos no cimo do tacho. Regamos tudo com água a ferver, de modo a que esta preencha mais de metade do volume, temperamos com duas mãos cheias de sal e tapamos.

Deixamos que a caldeirada coza em lume brando durante 20 minutos, sem mexermos. Depois desse tempo, abrimos para confirmar que a caldeirada está cozinhada. Espetamos as batatas com um garfo e se elas se desfizerem com facilidade, a caldeirada está pronta. Desligamos o lume e só então polvilhamos com salsa picada, mesmo antes de servir, para lhe dar um toque esverdeado e fresco. Até à próxima receita!
Para miúdos:
não
Para os vegetarianos:
não
Receita de: Sebastião Castilho