Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar o nosso serviço, personalizar os anúncios e relembrar as suas preferências. Se continuar a navegar, entenderemos que está a aceitar a utilização de Cookies no nosso Site. Para mais informações (por exemplo, como mudar as suas preferências), visite-nos em Política de Cookies

OK
advertisement
Programa AvançadoAvançado

Blog - Quanto Mais Quente Melhor - Bolo de maçã épico

Classificação 0/5
Não vejo melhor forma de descrever este bolo do que roubar uma frase usada por quem o provou: "Há coisas pelas quais não vale a pena quebrar uma dieta. Por esta vale.". É mais ou menos isto que é este bolo de maçã épico (não há mesmo melhor adjetivo para empregar no nome da iguaria). Diria mais, o bolo devia vir acompanhado de uma banda sonora ao nível de um "E Tudo o Vento Levou" para lhe fazer justiça.

A massa leva queijo mascarpone, o que a torna húmida e fofa de uma maneira quase pornográfica. O recheio e a cobertura de maçã, quando no forno, misturam-se com a massa, criando um caramelo do outro mundo.

Agora que pus as vossas expectativas lá em cima, vamos ao que interessa...

Preparação:
Comecei por aquecer o forno a 180º e por untar, forrar com papel vegetal e polvilhar com farinha uma forma quadrada (usei uma daquelas para brownies, mas se preferirem podem usar uma redonda).

Numa tigela, misturei a farinha, o fermento e a canela. Noutra, com uma batedeira, bati a manteiga com o queijo mascarpone. Juntei a esta mistura o açúcar e o extrato de baunilha e bati bem até ficar fofinho (a mistura parece coalhar mas não estranhem porque, quando juntarem a farinha, a paz voltará a existir no mundo). Nesta altura é tempo de juntar os ovos, um a um, batendo entre cada adição.

Para terminar, envolvi neste preparado a farinha, o fermento e a canela, alternando com o leite (começando e acabando na farinha).

A massa está pronta, vamos às maçãs.

Numa tigela coloquei as maçãs fatiadas e juntei o sumo de limão, para não oxidarem. À parte, juntei os restantes ingredientes para o recheio e a cobertura (os açúcares, a farinha e a canela). Reservei umas duas colheres de sopa e a maioria adicionei às maçãs, envolvendo bem para ficarem todas cobertas.

A única coisa que falta fazer é pôr isto em camadas. Na forma, coloquei metade da massa espalhando bem para cobrir o fundo, depois metade da mistura das maçãs, com cuidado para não afundarem na massa. A seguir, basta colocar a restante metade da massa, espalhá-la com carinho, e, por fim, colocar no topo o resto da mistura das maçãs.

Antes de levar ao forno, salpiquei o topo com as duas colheres da mistura de açúcares, farinha e canela que tinha guardado.

Toca a meter no forno durante uns 35/45 minutos e tirar quando estiver douradinho e a borbulhar e um palito sair limpo do centro.

Tentem esperar uma meia hora antes de cortar quadrados e provar (eu nem me dou ao trabalho de desenformar, ali fica muito bem arrumadinho).

Esta receita foi enviada e gentilmente cedida pelo Blog Recomendado Quanto Mais Quente Melhor
Para miúdos:
sim
Para os vegetarianos:
sim