Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar o nosso serviço, personalizar os anúncios e relembrar as suas preferências. Se continuar a navegar, entenderemos que está a aceitar a utilização de Cookies no nosso Site. Para mais informações (por exemplo, como mudar as suas preferências), visite-nos em Política de Cookies

OK
advertisement

Seguir uma dieta Mediterrânica faz bem à saúde

Um estudo composto por oito países europeus, apresentado este ano no Congresso Europeu sobre Obesidade, mostra que as crianças que seguem uma dieta mais de acordo com as regras do Mediterrâneo têm 15% de menos probabilidade a terem excesso de peso ou obesidade do que aquelas crianças que não seguem este tipo de dieta.

O estudo foi realizado pelo Dr. Gianluca Tognon, da Universidade de Gotemburgo, na Suécia, em conjunto com colegas de 8 países: Suécia, Alemanha, Espanha, Itália, Chipre, Bélgica, Estónia e Hungria.

Foram entrevistados os pais de crianças sobre a frequência do consumo de 43 alimentos base da dieta mediterrânica. Observou-se que o fator geográfico não é determinante na escolha da dieta. 

Observando-se que as crianças suecas têm uma dieta mais mediterrânica do que alguns países mediterrânicos, como a Itália.

Descobriram que as crianças que seguem este tipo de dieta, tinham 15% menos probabilidade em desenvolver problemas de saúde, como a obesidade, em relação às crianças que não têm uma dieta mediterrânica.


"A divulgação de uma dieta mediterrânea não é mais uma característica dos países do Mediterrâneo. Considerando os efeitos benéficos desta dieta na prevenção da obesidade, este padrão alimentar deve fazer parte das estratégias de prevenção da obesidade da UE e sua promoção deve ser particularmente intensa nos países onde os níveis baixos de adesão são detectados. "diz Gianluca Tognon, investigador da Sahlgrenska Academy.


Seguir uma dieta Mediterrânica faz bem à saúde
Categoria: