Poke Bowls: do Havai para as nossas taças

02.05.2019

Poke Bowls: do Havai para as nossas taças

 

Poke é a palavra havaiana para “cortar”. Pois bem, as poke bowls cortaram a direito e chegaram às taças dos portugueses prontas para nos fazerem apaixonar por esta iguaria das ilhas norte-americanas que mistura arroz e peixe cru... mas não é sushi.

 

Os portugueses chegaram ao Havai no século XIX e estima-se que 10% da população havaiana seja luso-descendente (foi até produzido um documentário para explicar a história dos portugueses nessa ilha).

Contudo, se Portugal chegou ao Havai há dois séculos, o Havai só “chegou” a Portugal recentemente. Mais concretamente, aos nossos pratos. Ou taças, para sermos mais específicos.

As poke bowls são um prato havaiano, composto essencialmente por arroz e peixe cru em pedaços ao qual são adicionados depois outros condimentos e ingredientes como sementes de sésamo, cebolinho ou wasabi.  É provável, de resto, que já tenha ouvido falar sobre este prato, uma vez que o mesmo tem sido introduzido em menus de muitos restaurantes, existindo mesmo espaços dedicados apenas e só a estas taças havaianas, fruto provavelmente do seu aspecto fresco e saudável.

Contudo, talvez seja importante referir que as poke bowls são um fenómeno recente, que no fundo rivaliza com as chirashi bowls, tipicamente japonesas – a principal diferença entre ambas está na forma como o peixe é cortado (cubos vs. fatias), bem como no tempero do mesmo e nos peixes utilizados. O próprio poke, de resto, é recente: a década de 70 é apontada como a sua data de origem.