Utilizamos cookies para melhorar o nosso serviço, personalizamos os seus anúncios e relembramos as suas preferências. Se continuar a navegar, aceitará a utilização de cookies no nosso site. Para mais informações visite-nos em

OK
advertisement
Programa AvançadoAvançado

Blog - Gordo & Gorda - PÃO DE LÓ DE ALFEIZERÃO

Classificação 0/5

Consideramos o Pão de Ló o bolo português mais universal possível. Ainda que se faça Pão de Ló em todo o lado (ou o famoso sponge cake), para nós, que gostamos de docinhos e sabemos fazê-los bem, o melhor é o que se faz no nosso país. De Ovar ou de Margaride, em tabuleiro ou forma de barro, de chocolate ou simples, com suspiro ou frutas não há nenhum que não seja bom. Mas há um que adoramos, o Pão de Ló de Alfeizerão.
Bem sabemos que receitas boas são aquelas em que podemos mexer nos ingredientes sem problema. Pôr mais uma ou duas gemas ali, tirar açúcar de acolá, o importante é que, no fim, faça o gosto de todos. E o Pão de Ló não é exceção: é fofo, é saboroso e, no meio, tem aquele molho de ovos que desliiiiiiiiiza a cada fatia. Estão convencidos?

Não há ciência nem há segredo. Esta receita é da nossa querida Filipa Gomes, apresentadora do “Prato do Dia” no canal 24 Kitchen e é de comer o Pão de Ló todo de uma vez e ficar a pensar em voltar a fazer outro. Prometemos.

Começa por forrar uma forma redonda com o papel de pão de ló que, facilmente, compras numa qualquer papelaria. Este papel é branco e bastante grosso (quase como uma cartolina mas mais maleável).
Em seguida junta os 2 ovos inteiros com o açúcar na batedeira e bate até teres uma massa homogénea. Sem desligar a máquina (se achares melhor diminui a potência) vai adicionando, uma a uma, as gemas com cuidado para não saltarem. Deixa bater, em potência máxima durante 10 minutos ou até ter dobrado ou triplicado de tamanho.

Quando achares que está uma massa homogénea, fofa e esbranquiçada, retira-a e peneira as 4 colheres de farinha e o fermento. Envolve tudo muito bem com a colher de pau em movimentos circulares de forma a que nem um pedacinho de farinha fique à vista. É feio verem-se, depois do bolo estar cozido, bocados de massa enfarinhada.

Termina deitando na forma e levando ao forno a 180º. Quanto ao tempo de cozedura, não há tempo exato. Tudo dependerá do teu forno e do quão húmido o queres. Nós adoramos cortá-lo e ver que ele está a verter o creme de ovo por isso, em principio, 15/20 minutos é suficiente (lembra-te que ele tem que estar cozidinho por baixo!).

Convém que saibas de antemão que este, apesar de ser um bolo que leva apenas 3 ingredientes, pode ficar ligeiramente dispendioso por causa dos ovos que leva. Podes sempre diminuir a quantidade e, assim, poupar mais uns trocos.

Leia mais em Gordo & Gorda



Para miúdos: não
Para os vegetarianos: não