Utilizamos cookies para melhorar o nosso serviço, personalizamos os seus anúncios e relembramos as suas preferências. Se continuar a navegar, aceitará a utilização de cookies no nosso site. Para mais informações visite-nos em

OK
advertisement

Holmes Place - 5 Mitos da Musculação

- Mulheres que treinam ficam com “corpo de homem”.

 

Este é um dos maiores mitos entre as mulheres: “não faço musculação porque desenvolvo facilmente os músculos”; “não treino musculação porque só quero perder gordura e tonificar”, …

As mulheres têm um perfil hormonal diferente dos homens (menos testosterona), portanto nunca vão conseguir desenvolver a musculatura de forma natural da mesma maneira que um homem. A prática de musculação é imprescindível para tonificar o corpo e perder massa gorda devido à intensidade e ao estímulo referente que vai provocar um aumento no metabolismo.

 

- Idosos não devem treinar.

 Ao contrário do que muitos pensam, um dos aliados da prevenção e tratamento de problemas relacionados com a idade (diminuição da densidade óssea e massa muscular) é o exercício físico. Um programa de treino adequadamente prescrito por um personal trainer vai melhorar a qualidade de vida do idoso devido aos inúmeros benefícios promovidos pelo treino: aumento/manutenção da massa muscular, desenvolvimento do sistema cardio respiratório e circular, aumento da flexibilidade, desenvolvimento da densidade óssea, melhoria da postura, entre muitos outros.

 

- É necessário realizar longas sessões de treino para alcançar os objetivos pretendidos.

 Muitas pessoas dizem que não têm tempo para estar em forma porque pensam que é necessário investir uma grande parte do seu tempo no ginásio. Mas para alcançar os objetivos o mais importante a ter em conta é a intensidade do treino e não o tempo de treino. Treino longo não é sinónimo de treino com qualidade!

Muitas pessoas passam horas a realizar exercícios aeróbios (ex. corrida, bicicleta) com baixa/moderada intensidade para tentarem emagrecer, quando na realidade é possível obter melhores resultados com menor tempo, como é o exemplo do treino em circuito ou o treino intervalado de alta intensidade.

O mesmo se passa com quem quer aumentar a massa muscular - devem respeitar-se corretamente os períodos de descanso entre séries e não prolongar demasiado o treino pois ao final de uma hora começa a ser libertada uma hormona chamada cortisol que é uma substância catabólica contra-producente nos ganhos muscular.

 

- Quem corre ou joga futebol não necessita de treinar os membros inferiores.

 O estímulo da corrida é aeróbio, ou seja, é um tipo de exercício de baixa/moderada intensidade durante um longo período de tempo e solicita com mais incidência as fibras lentas (resistência muscular). Portanto, será importante treinar os membros inferiores de modo a promover um estímulo anaeróbio, tipo de exercício de alta intensidade e durante um curto período de tempo onde são solicitadas as fibras rápidas (força muscular). Desta forma promovemos o tamanho e força muscular o que trará vantagens para a performance na corrida.

 

- Se treinar o mesmo grupo muscular todos os dias, este vai desenvolver-se mais rapidamente.

Para desenvolver determinado músculo o descanso é imprescindível no processo. Quando exercitamos um músculo, este demora cerca de 42 horas para recuperar e desenvolver-se (processo da supercompensação). Se o tempo de descanso não for respeitado não se promove a supercompensação porque está a estimular-se o músculo sem este ter recuperado adequadamente, o organismo entra em overtraining, dificultando desta forma a obtenção de ganhos musculares.

 

Álvaro Aparício

Personal Trainer Holmes Place Amoreiras



Holmes Place - 5 Mitos da Musculação
Categoria: